Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 16 de Julho, 2004

os olhos que temos – em verso

Encontrei uma ‘Ode ao Museu da Cincia Interactivo’ no blog de David Weinberger e achei que podia ter um carcter mais abrangente – uma observao fina sobre a forma como se vive, por estes dias, a relao com o conhecimento, a tecnologia e, sobretudo, o tempo.
Aqui vai a transcrio:

If it does not turn
you will not learn.
If it does not blare
you will not care.
If it does not bleep
you will go to sleep.
If it does not entertain
it will not enter your brain.
Not whore-ish?
It’s bore-ish.
Not fun?
Run run run.
Not a game?
Same old same.
Not TV?
Flee flee flee.

We just can’t decide which is true:
That science is dull or is it you?

Anúncios

Read Full Post »

ser patriota

Tenho uma relao complicada com as posturas do Miguel Sousa Tavares. Reconheo-lhe talento, uma invulgar capacidade para argumentar e um sentido de oportunidade na escolha dos temas e das palavras correctas para os descrever/apresentar. Mas percebo tambm, em muitas situaes, precipitao, falta de informao e alguma arrogncia. Ou seja, exagero no fundamentado.
Feita esta ‘declarao de interesses’ prvia, confesso que senti esta manh uma grande empatia relativamente a algo que escreveu, no Pblico, a propsito do momento poltico que atravessamos.
Um excerto:
Nestas coisas do amor ptria tenho uma noo um bocado antiquada e simplista: acho que o amor ptria consiste em estar disposto a servi-la em caso de necessidade sem perguntar primeiro “quanto?”, em declarar tudo o que se ganha ao fisco, em votar nas eleies, nem que seja em branco, em defender, por palavras e actos concretos, o seu patrimnio histrico, natural e cultural. A onda de histeria patritica que invadiu o pas a propsito do Euro deixou-me meio perplexo, como no dia 26 de Abril de 1974, ao descobrir, igualmente nas ruas, que, afinal, todo o pas era composto de resistentes ditadura. O patriotismo das emoes e das multides certamente mais fcil do que o patriotismo dos deveres serenamente cumpridos. At porque o primeiro dura o espao de um acontecimento e o segundo a vida toda“.
O resto est aqui.

Read Full Post »