Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 10 de Novembro, 2005

introspeco

A busca de uma nova identidade para o jornalismo nos Estados Unidos estar ainda numa fase inicial mas tem, pelo menos, uma importante diferena relativamente ao que se passa em Portugal – j comeou.
A propsito do que escrevi nos ltimos dias (aqui e aqui, por exemplo), transcrevo mais um excerto de uma prosa introspectiva de Will Bunch, do Philadelphia Daily News:
We prefer to talk down to the public rather than talk to them. Even at our very best and there are many, many talented newspaper journalists in America we are more likely to aim at wooing contest judges than at wooing new readers. And we have a knee-jerk tendency to defend our narrow world of messy ink printed on dead trees, when instead the time is here to redefine who we are and what we do (…) If we dont change, we will die and it will be our fault“.
Indicao original: Common Sense Journalism

Anúncios

Read Full Post »

a lenta queda

Os dados mais recentes sobre as tiragens dos principais jornais norte-americanos provam uma tendncia continuada de descrscimo.
A este panorama, Chris Anderson acrescenta enquadramento e a imagem geral no animadora: descidas nas audincias de rdio, televiso (aqui, mais por efeito da fragmentao do que em termos globais), cinema, vendas de msica, DVD’s, livros e jogos.
A subir, s a net. E ficaremos mais pobres por isso, se tudo o resto no conseguir inverter a tendncia.

Read Full Post »

Adeus Mini-Disk?

Com o lanamento deste PCM-D1, um gravador digital com dois microfones e uma capacidade de armazenamento interna de 4G, a marca que deu aos jornalistas de rdio o gravador de cassetes com melhor compromisso preo/fiabilidade e, depois disso, opo idntica com o Mini-Disk, parece estar a dizer-nos que est na altura de tambm aquele formato passar (bem merecida) reforma.
At agora, os gravadores digitais no eram ainda concorrncia altura (em termos de qualidade de som e de robustez) para os MD.
Para j, o nico problema que antecipo o do preo…e s assim percebo que o Pai Natal no queira ser to meu amigo…

Read Full Post »

Terminou h instantes mais uma edio do programa Clube de Jornalistas, no canal 2 da RTP. O tema – blogs e jornalismo. Convidados – Rogrio Santos (Indstrias Culturais), Antnio Granado (Ponto Media) e Joo Alferes Gonalves (editor do site Clube de Jornalistas).
A discusso rondou tpicos relevantes, como a demarcao de territrios entre a apresentao de informaes e o exerccio do jornalismo, o papel dos blogs como observadores atentos da actividade jornalstica e at, eventualmente, como grupo de presso crtico, relativamente a uma dada situao.
Postas assim as coisas, porm, sinto que falta falar do que percebi no tom genrico das intervenes e, sobretudo, no trajecto escolhido pela moderadora.
Percebi que os blogs so um formato cheio de falhas, que muitos deles so annimos, que os seus autores podem ter objectivos no expressos quando escrevem (“no so nenhuns querubins” disse Joo Alferes Gonalves) e que, por tudo isto, esto muito longe de perturbar o jornalismo.
Mais ainda – e volto a citar Joo Alferes Gonalves – “em 99 por cento deles as pessoas escrevem por interesse prprio, coisa que no acontece com os jornalistas“.
Como devo estar incluido nesse to grande grupo (e como a frase no pode, naturalmente, merecer outro comentrio que no uma sonora mas triste gargalhada), permito-me acrescentar o seguinte (em interesse prprio…do que penso): ficou de fora do debate um olhar benigno sobre os blogs, um olhar optimista sobre a maior vontade de interaco dos leitores/ouvintes/telespectadores com os media e, sobretudo, o olhar necessrio ao espectro de profundas mudanas que o jornalismo tem que adoptar para sobreviver num mundo em que a auto-edio de contedos passa a ser generalizada.
Porque os conheo (e l estou eu a agir em interesse prprio) sei que o Rogrio e o Antnio gostariam, certamente, de se ter pronunciado sobre isto.

Read Full Post »