Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 14 de Outubro, 2006

Apenas bizarro…ou sintomtico?

Percebi (s hoje!), atravs do Ponto Media, que a Universidade do Porto abriu, com carcter experimental, um canal de TV na net – o UPMedia.
A ideia – a de produzir e distribuir contedos audiovisuais e multimdia centrados na actividade da maior academia do pas – parece-me positiva. Enquadrar-se- numa estratgia de aportar maior visibilidade ao trabalho e s iniciativas internas da academia tentando, creio eu, proporcionar um encurtamento da distncia entre a instituio e o entorno social em que se insere.

Mas – tal como agora existe e apresentado – o projecto em causa merece-me algumas notas de reserva:

1. O texto no faz qualquer distino entre os contedos a apresentar – “documentrios, vdeos institucionais e informativos, gravao de eventos, produo de DVDs, CD-ROMs e stios Web” – fazendo, isso sim, questo de enfatizar a associao aos “recursos de ensino e investigao (do curso) de Jornalismo e Cincias da Comunicao“;

2. O texto diz-nos que o propsito ser o de “constituir um ncleo de competncias de comunicao com a capacidade de investigar os novos media, oferecer aos alunos, docentes e investigadores oportunidades de experimentao em condies prximas das reais, versando temticas no mbito das reas de comunicao, TICs, pblicos e audincias, marketing, entre outras” e com isso – penso eu – afasta da sua esfera de actividade algo que me parece indispensvel – o jornalismo.
A menos que o pense apenas como mais uma “competncia de comunicao”, o que grave.

3. Entre os nomes associados ao projecto no est o de nenhum(a) docente ou investigador(a) da rea do Jornalismo naquela universidade.

Poder dizer-se que os docentes e alunos de Jornalismo da Universidade do Porto j contam com espaos prprios para dar visibilidade ao seu trabalho – o JornalismoPortoNet e o JornalismoPortoRadio – mas essa visibilidade (e conseguida credibilidade) s poderia trazer benefcios a um projecto que se quer srio e reconhecido no exterior.
Ser isto s bizarro?

Read Full Post »