Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 20 de Novembro, 2006

Blogosfera em 2006

uma tradio que leva j quatro anos.

Leonel Vicente comeou a publicar, a um ritmo dirio, as suas anotaes pessoais sobre a evoluo da blogosfera nacional no ano que agora finda.

Vale a pena acompanhar.

Para os mais interessados – ou distrados 🙂 – esto tambm disponveis as observaes relativas a 2003, 2004 e 2005.

Read Full Post »

ERC e a Net…

Durante a entrevista que concedeu ao programa Diga Lá Excelência (uma parceria entre a RR, o Público e o canal 2 da RTP), o responsável máximo pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social alertou-nos a todos para uma situação que pode vir a ter implicações bem alargadas.
Ao que disse Azeredo Lopes, está em apreciação (com resultado esperado para breve) uma queixa da CDU relativa aos conteúdos publicados no site da Câmara Municipal do Porto.
Disse
  Azeredo Lopes (edição de hoje do Público – conteúdo de acesso restrito):

Está pendente uma queixa da CDU sobre a qual vamos deliberar. Será uma deliberação importante, pois passará por definir se aquele site pode ou não ser equiparado, para efeitos de regulação, a um órgão de comunicação social“.

Independentemente da validade da argumentação em que esta queixa se sustenta – a de que o Direito de Resposta é um direito fundamental – ganhará, parece-me, um novo fôlego o debate em torno da ‘responsabilidade’ dos blogs.
Afinal de contas, já será potencialmente muito pouco o que separa o que é escrito numa página ‘informativa’ de uma edilidade do que é escrito numa página ‘informativa’ de um blog.

Estaremos mais perto de ver a ERC acompanhar o conteúdo de alguns blogs?

E estaremos mais perto de ver a ERC considerar que esses conteúdos são submetidos a tratamento editorial, constituindo ‘um todo coerente’?

E, assim sendo, não seria importante que o enquadramento legal fosse mais claro?

PS: Sobre o final da entrevista que José Manuel Fernandes transformou numa tentativa (por sinal, frustradíssima) de ajuste de contas pessoal com Azeredo Lopes a propósito da forçada repetição de um Direito de Resposta no Público repito o que já escrevi num outro blog:  JMF não tem razão absolutamente nenhuma simplesmente porque abdicou do direito a ela quando publicou uma página inteira de publicidade ao seu ego num jornal nacional. Foi ele que fechou a porta a qualquer dicussão civilizada sobre o assunto e foi ele que deu mais argumentos aos que defendem que o jornalismo nacional não consegue auto-regular-se. Importa que JMF nunca se esqueça disto quando voltar a bradar aos céus: ‘infâmia, infâmia!‘.

Read Full Post »