Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Abril, 2007

Quem quer fazer, quem quer…

Em Julho de 2006 um artigo no Guardian já nos dizia que, “como na vida”, também na web os criadores eram uma parte muito reduzida do número total de frequentadores.
Usando como indicador o crescimento do espaço YouTube – onde os que disponibilizavam conteúdos representavam cerca de 0,5 por cento do total de visitantes – adiantava-se, porém, a possibilidade de esse fraco número poder vir a crescer com o (já) previsível sucesso da ferramenta.
A regra do 1% (à qual Bradley Horowitz, do Yahoo, deu um aspecto gráfico) seria, talvez, um objectivo a atingir por estes dias.
Um estudo recente da Hitwise diz-nos, porém, que esse número está ainda mais distante. Os que carregam videos no YouTube são apenas 0,16 por cento de todos os visitantes e com o Flickr esse valor sobe para 0,20 por cento (A Wikipedia é, neste enquadramento, a excepção – os seus conteúdos são editados por 4,5 por cento dos visitantes).
Uma observação atenta destes dados é fundamental sempre que nos sentimos tentados a falar, de forma generalizadora, do uso e potencial das ditas ferramentas da web2.0. Elas existem, estão lá, disponíveis e prontinhas…mas. O mesmo poderia ser dito da distância que separa o potencial de participação dos cidadãos na produção jornalística do seu efectivo desejo de assim agir.

Encontrei a sugestão no Bloggers blog.

Anúncios

Read Full Post »

Aprender com quem aprende

Um video poderoso sobre a distância que pode haver entre professores e alunos e sobre formas de a ultrapassar sem comprometer o essencial – a aquisição de conhecimento (e não só de informação, como insiste – e bem – Perez Tornero).
Essencial para quer quer aprender com quem aprende.

Encontrei a referência no Retorta.net

Read Full Post »

‘Morte’ dos jornais é bom negócio

É com este título que Alberto Dines escreve uma prosa que vale a pena ler no Observatório da Imprensa.
Na essência, argumenta que a ‘construção’ em torno do fim da Imprensa é exagerada e é, sobretudo, uma realidade dos Estados Unidos, fruto do percurso muito próprio que o texto jornalístico escrito fez naquele país nas últimas décadas.
Excertos:

Não há como negar que a imprensa americana está numa penosa enrascada, mas a enrascada é endógena, resultado de circunstâncias específicas, fruto do livre-arbítrio que foi capaz de produzir formidáveis avanços junto com catastróficos retrocessos. Ao tentar reinventar-se a cada temporada, o jornalismo americano perdeu alguns dos seus atributos essenciais herdados dos ingleses.
(…)
A internet veio para ficar: é forma de participação, meio de expressão, ferramenta, veículo de informação, entretenimento e agora com a Second Life tornou-se uma espécie de existência virtual, extraterrena, tecno-esotérica. Mas as maravilhosas conquistas da web são exibidas e transcorrem na tela de um monitor, sua rival em velocidade e formato é a TV. Jornais e revistas são outra coisa. Estão contidos, dimensionados e condicionados pela natureza do papel.

Read Full Post »

‘Novo’ Intermezzo

O Intermezzo mudou de endereço – está agora alojado na plataforma WordPress e escolheu para si uma designação mais elíptica: http://www.imezzo.wordpress.com

Depois de mais de quatro anos, a equipa encabeçada pela Daniela Bertocchi achou que estava na hora de experimentar algo de novo. O design está mais límpido e mais fresco.
Muda-se o espaço, mas não o carácter do blog, que se mantem como uma referência para quem anda próximo do estudo e observação da Comunicação.
Parabéns a todos…e longa vida.

Read Full Post »