Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 7 de Fevereiro, 2008

Os ‘dias não-complicados’ já lá vão (estas generalizações que apresentam uma imagem romântica e serena do passado são sempre problemáticas, naturalmente, mas isso daria lugar a um outro post… 🙂 ) e a relação entre os jornalistas e as suas audiências é agora cada vez mais assimétrica.
No post imediatamente anterior falou-se, precisamente, de leituras em torno do conceito de crise. Muitos há que o esticam por forma a preconizar o fim do jornalismo enquanto actividade exercida por um grupo profissional com regras, procedimentos e compromissos específicos. Howard Owens não avança tão longe mas diz-nos que, estando em curso uma mudança, o jornalista vai continuar a ser necessário, se bem que necessite de cumprir um novo conjunto de tarefas.
São, no fundo, novos papéis:

– garante de rigor ético
– contextualizador
– líder de conversas
– Agregador
– Fornecedor de informação relevante em primeira mão

…um céptico diria que o bom jornalista já faz isto mesmo…mas isso…

Anúncios

Read Full Post »

A pergunta – assim, tal e qual – é hoje lançada em tom de desafio por Jeff Jarvis no seu Buzzmachine. A ideia surgiu-lhe depois de ter lido este texto do New York Times sobre a crise no negócio onde se diz a dada altura:

In 2007, combined print and online ad revenue fell about 7 percent. In the last six decades, only one other year — 2001, when there was a recession — had a steeper decline, according to the Newspaper Association of America. Adjusted for inflation, 2007 ad revenue was more than 20 percent below its peak in 2000.

Jarvis diz-nos que o diagnóstico há muito está feito e que importa agora pensar em soluções.
Daí o desafio.
E que respostas recolheu?
Para já…algumas mais radicais…

1. I’d go 100% on-line
2. use the unused paper to make ethanol
3. then I’d sell the building
4. $$$ profit

…outras provocadoras…

Use the paper to publish the best of what comes up online.

Read Full Post »