Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Setembro, 2008

“Barbarians at the Gate or Liberators in Disguise? Journalists, Users and a Changing Media World”. É este o título da conferência com que a investigadora americana Jane Singer abrirá, amanhã, na Universidade do Minho, o seminário JORNALISMO: Mudanças na Profissão, Mudanças na Formação. Jane Singer abordará muito em especial as questões suscitadas pelo chamado ‘user-generated content’ bem como as implicações destas novas práticas nas concepções tradicionais de jornalismo, nos seus hábitos, na sua ética profissional.

O Seminário – organizado pelo Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) – começa às 9h30, no Auditório do Instituto de Estudos da Criança (IEC), na Universidade do Minho, prolongando-se por todo o dia. Entre os profissionais do jornalismo, professores e estudantes convidados para debater o tema contam-se Adelino Gomes, António Granado, João Canavilhas, David Pontes, Abel Coentrão, Luísa Bessa, Pedro Leal, Rui Rocha, Elsa Costa e Silva, Manuel Pinto, Sandra Marinho e Joaquim Fidalgo.

Quem deseje participar pode ainda inscrever-se durante o dia de hoje, 25/9, através dos mails marinho@ics.uminho.pt ou jfidalgo@ics.uminho.pt , indicando o nome, instituição de pertença e e-mail (custo: 5 euros / estudantes isentos).

[Texto adaptado a partir de um post disponível no Jornalismo e Comunicação]

Anúncios

Read Full Post »

O jornal Globo lançou uma nova campanha publicitária onde se apresenta com a frase “muito além do papel de um jornal” (o finalzinho só pode ter sido ‘inspirado’ nos trabalhos do grupo de Michael Wesch 🙂 )

Um bom texto de enquadramento pode ser encontrado no Infotendencias.

Read Full Post »

A mais recente crónica de Alberto Dines no Observatório da Imprensa abre caminho com a crise financeira nos Estados Unidos mas tem um propósito bem mais ‘caseirinho’ – reduzir o jornalismo online ao estatuto de caricatura.
Excerto:

Os portais de notícias brasileiros no domingo (14/9) à noite eram um show-room do tal jornalismo do futuro. Com exceção de um par de especialistas de plantão, os veículos digitais – estes que estão sendo solenemente apresentados como substitutos dos jornalões e revistões – cuidavam do futebol, da Fórmula-1, da fofoca, dos cataclismos climáticos e da Bolívia; afinal, não se deve desperdiçar fotos de confrontos armados, lembram filmes de ação. Nenhum sinal do que acontecia nos EUA e dentro de horas seria manchete da imprensa mundial. Fácil entender: a bolha hipotecária e a bolha digital foram fabricadas pela mesma febre. Não se sabe exatamente o que vai mudar. Talvez a velocidade”.

Dines é bom no que faz, mas o que faz não é bom.
Quando a ‘vítima’ tem tantas fragilidades é bem fácil de calcar.
Mas – e ele sabe-o bem – não seria precisamente essa a razão principal para não o fazer?

Read Full Post »

“Blogueiro não é jornalista”

A revista brasileira Imprensa faz do (já velho mas, pelo vistos, ainda com fôlego) debate ‘jornalista vs. bloguer’ tema de capa da sua mais recente edição.
Valerá a pena ler o excerto de texto disponível online e uma reacção de Ricardo Kotscho, mas importará ainda acrescentar à nossa visão este texto onde Paul Bradshaw defende que os blogs não deviam ‘tentar ser media’.

[Sugestão recolhida no Jornalismo&Internet]

Read Full Post »