Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Maio, 2009

Koniec

Estou a chegar a uma idade em que isto acontece com mais frequência – gente que conheci (amigos pessoais ou da família) e gente que ‘esteve lá’ durante os meus anos de crescimento começa a desaparecer.
Uma vez mais senti essa coisa estranha, quando li que tinha morrido Vasco Granja.
Não sendo nem familiar nem amigo (estive com ele pessoalmente uma única vez, há muitos muitos anos, quando, ainda estudante,  integrei o gabinete de Imprensa do Cinanima) tinha-o como próximo. Era o ‘homem dos bonecos’, o senhor que nos fazia – a mim e ao meu irmão – deixar brincadeiras no jardim para ir ver televisão a preto e branco com sons numa qualquer língua eslava. Ele não punha só os bonecos  no ar; explicava-os, como se nós soubessemos o que dizia. E ainda assim tinha a nossa absoluta fidelidade.
Não sei, francamente, se tenho saudades dos programas do Vasco Granja mas tenho, de certeza, saudades da memória desses tempos…e nela o Vasco terá sempre um lugar.
Koniec.

Anúncios

Read Full Post »

« Newer Posts