Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Dezembro, 2006

até pró ano…

Volto dentro de dias…

Que 2007 nos seja tranquilo…

Anúncios

Read Full Post »

O blog – “escrito por tolos e lido por imbecis

Os Pedro Rolo Duartes deste mundo são mais que muitos…

Excerto de uma prosa – The Blog Mob – de Joseph Rago, editor-adjunto no The Wall Street Journal:

The blogs are not as significant as their self-endeared curators would like to think. Journalism requires journalists, who are at least fitfully confronting the digital age. The bloggers, for their part, produce minimal reportage. Instead, they ride along with the MSM like remora fish on the bellies of sharks, picking at the scraps.

Nobody wants to be an imbecile. Part of it, I think, is that everyone likes shows and entertainments. Mobs are exciting. People also like validation of what they already believe; the Internet, like all free markets, has a way of gratifying the mediocrity of the masses.

Of course, once a technosocial force like the blog is loosed on the world, it does not go away because some find it undesirable. So grieving over the lost establishment is pointless, and kind of sad. But democracy does not work well, so to speak, without checks and balances. And in acceding so easily to the imperatives of the Internet, we’ve allowed decay to pass for progress.

Read Full Post »

Rotativa à venda no eBay

Um sinal dos tempos.

Mesmo.

Até ontem foi possível encontrar à venda no eBay uma rotativa de 1996 por menos de 600 mil euros.

Terá havido interessados na compra…ou terá havido mais quem pensasse em seguir o exemplo dos vendedores?

Encontrei a informação no innovationsinnewspapers.

Read Full Post »

E quem somos NÓS?

A revista TIME anunciou que a personalidade do ano de 2006 foi o utilizador/criador amador de media.
Depois de, em anos anteriores, já se ter adiantado a possibilidade de o blog ascender a tal destaque parece-me que a escolha agora feita é bem mais correcta – o blog não passa de um formato de auto-edição…e a mudança está na proliferação da auto-edição e não num formato apenas.


O reconhecimento do fenómeno (que, aliás, nem é sequer original, como nos relembra, sempre atento, o Rogério Santos) projecta ferramentas e utilizadores para um novo patamar de visibilidade e importará saber em que medida isso poderá interferir com o carácter alternativo de milhares de experiências individuais/colectivas.

Haverá inevitabilidades…evitáveis?

Mais: aqui, aqui, aqui e aqui.

Read Full Post »

Diz este texto que os responsveis por algumas das principais publicaes portuguesas esto muito entusiasmados com as oportunidades de negcio abertas por um produto como o quiosque automtico.

Os problemas do jornalismo portugus – parece-me – s marginalmente passam pelas deficincias nas redes de distribuio…

(Importar, a propsito, ler este post de Ramn Salaverra e o resumo do Libro Blanco de la Prensa Diaria 2007 – apontados no J&C).

Read Full Post »

A internet est a evoluir no sentido de uma dimunio da importncia relativa dos portais em favor de uma distruibuio mais equitativa do trfego – este o ponto de partida para uma intrigante previso grfica avanada pela edgeio.

Ideias chave da proposta:

1. Os ganhos com a net, que aumentam desde 1994, vo continuar a aumentar mas com uma mudana significativa; mais e mais dinheiro vai ser ganho nos ‘vales’;

2. Modelos de negcio centrados no editor de contedos tendero a substituir modelos de negcio centrados em intermedirios (Google Adsense e Yahoo Panama, por exemplo).

E isto – a verificar-se – mais um argumento a favor de uma presena urgente e forte das empresas jornalsticas na net. Uma presena que no pode passar apenas pela duplicao de contedos; uma presena que implica uma mudana de estratgia empresarial e uma mudana de atitude face a quem l, ouve, v.
O dinheiro vai estar l espera de quem…esteja disposto a aprender a viver num novo ambiente.

Encontrei a informao no innovationsinnewspapers (que continua a publicar a sua srie de fotos de redaces…h, tanto quanto percebi, apenas uma portuguesa, a do Pblico).

Read Full Post »

Multitasking e uso dos media

Um estudo da Kaiser Family Foundation sobre a incidncia da multi-tarefa na vida dos jovens norte-americanos adianta os seguintes resultados (principais):

1. A TV o meio menos permevel multi-tarefa. O computador o meio mais permevel multi-tarefa. Na maioria dos casos em que os jovens esto a ver televiso no esto a fazer mais nada, mas quando esto a usar o computador esto envolvidos tambm noutras tarefas (jogos, visionamento de sites na net, uso de sistemas de mensagens);

2. A TV acolhe maior ateno focada do que a leitura.

3. Os jovens esto mesmo a fazer outras coisas quando dizem que esto no computador a fazer tarefas escolares (50% do tempo usado para fazer TPC’s no computador usado tambm para ouvir msica, usar IM ou ver televiso).

O estudo baseia-se na observao dos hbitos de quase 700 jovens, com idades compreendidas entre os 8 e os 18 anos, ao longo de um perodo de uma semana.

Read Full Post »

Older Posts »