Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Dezembro, 2005

Para os manuais

A manchete do Expresso de hoje um exemplo claro de um equvoco.
Parece um texto jornalstico, surge impressa num jornal, mas estas so aparncias que j nem sequer iludem.
Como o Antnio Granado muito apropriadamente ilustrou, tudo no trabalho – inclundo a desproporcionada chamada primeira – respira falta de rigor, falta de brio e, sobretudo, falta de respeito.
S encontro no triste episdio um aspecto positivo – o de se constituir como mais um ‘caso de estudo’ (agora que eles parecem estar na boca de toda a gente).

Read Full Post »

sete dias

Sete dias de presena mais errtica na blogosfera foram suficientes para perder alguns momentos de discusso interessantes. A ordenao que se segue no cronolgica e serve apenas para ilustrar alguma da desorientao que se experimenta nestes momentos:

– os comentrios (aqui e aqui, por exemplo) sobre um “Clube de Jornalistas” que (sem explicao nem perdo) tambm no vi;
– a mudana de turno na 2:
– a capa do DN de sexta-feira passada;
– o aniversrio do NetFM;
– a conversa entre JP Meneses e Edgard Costa sobre rdio e podcasts;
– as fotos de 2005 (a Daniela tem-nas aqui);
– o incio da discusso sobre o caso “Soares/jornalistas”;
– a revista do ano da TSF (prometo ouvir amanh);
– as “Boas/Pessimas coisas na Comunicao Social portuguesa em 2005“;
uma sugesto de uso dos podcasts nas salas de aula.

…e muito mais ter havido certamente.

Read Full Post »

Início

Esta é uma outra experiência para o Atrium,que existe desde Março de 2003.

Para já começa anónimo, sem olhares externos e sem pressão.
Vamos a ver como tudo corre.

Read Full Post »

HISTRIA ANTIGA


20051221_Natal

by a t r i u m.

Era uma vez, l na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranas.

A gente olhava, reparava, e via
Que naquela figura no havia
Olhos de quem gosta de crianas.
E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
S por ter o poder de quem rei
Por no ter corao,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da Nao.
Mas,
Por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranas,
S porque ele no gostava de crianas.

Miguel Torga
Antologia Potica
Coimbra, Ed. do Autor, 1981

O Atrium vai parar.
Que a quadra nos seja tranquila.

Read Full Post »

Discurso, Noticias e Ideologia

O Centro de Estudos de Comunicao e Sociedade da Universidade do Minho, em parceria com a Campo das Letras, acaba de publicarDiscurso, Notcias e Ideologia.
Estudos na Anlise Crtica do Discurso“, de Teun A. van Dijk.
Da contracapa: “Este livro particularmente relevante para estudantes e acadmicos interessados na investigao sobre comunicao e media, sobretudo no discursos da notcia e nas relaes entre este tipo de discurso e o poder social, ou a cognio social e a ideologia.
Discurso, Notcia e Ideologia apresenta formas de abordar as notcias da imprensa que so mais detalhadas, mais sistemticas e mais expcitas do que o simples comentar, parafrasear ou dissecar o contedo dos textos jornalsticos
“.
A traduo esteve a cargo de Zara Pinto-Coelho.

Read Full Post »

Os jornais daqui a 5 anos

Pediram a Steve Yelvington que escrevesse, num curto texto, o que acha que vai ser a empresa jornalstica daqui a cinco anos.
O resultado acutilante mas h at quem pense que, com boa vontade, tudo se conseguia em muito menos tempo.
Possibilidades: a ‘edio online’ desaparece; metade da comunidade visita o site do jornal pelo menos uma vez por semana; as experincias da comunidade constituem parte significativa da presena online do jornal; 20 por cento do tempo da redaco dedicado a actividades de interaco com os leitores; 20 por cento da publicidade est online; os anunciantes so cinco vezes mais do que em 2005; metade do contedo do jornal impresso tem origem no contedo online; o jornal fisicamente mais pequeno, ambora mais poderoso como ‘experincia de leitura’; o jornal abandonou pretenses a ser o fornecedor de notcias externas comunidade, centrando-se nos eventos da sua rea; a pgina editorial desaparece para dar lugar a um espao de ligao comunidade.

Read Full Post »

A edio de Inverno dos Nieman Reports est prestes a ser disponibilizada online, mas o Hypergene adianta-nos j detalhes sobre um dos textos – “The Future Is Here, But Do News Media Companies See It?” – escrito por Shayne Bowman e Chris Willis, os co-autores de um relatrio que marcou 2003, “We Media: How audiences are shaping the future of news and information” (Uma verso actualizada deste relatrio estar disponvel em Janeiro).
Excertos:
The venerable profession of journalism finds itself at a rare moment in history where, for the first time, its hegemony as gatekeeper of the news is threatened by not just new technology and competitors but by the audience it serves“;
What has emerged in this new media ecosystem is a stark contrast between the entrenched forces of big media doing what it knows and the rest of the Internet informing itself reporting, discussing and vetting the news“;
With media companies still generating respectable returns on investment, the smart money will be on those organizations like the BBC that can integrate successful citizen journalism experiments supported by better staff training, equipment and practices that encourage reporters and editors to collaborate with their audience“.

Read Full Post »

Older Posts »